google

Dicas para não ser furtado em Buenos Aires

Buenos Aires é uma cidade muito frequentada por brasileiros que vão, na maioria das vezes, passear, fazer compras, curtir a badalada noite porteña… enfim, vão gastar seus reais em terras vizinhas. O problema é que somos reconhecidos por isso, e por esse motivo, viramos alvos de furtos na capital argentina.

O roubo em Buenos Aires acontece de maneira silenciosa, sem que ninguém perceba. Os que furtam, são mestre nessa “arte” e conhecem bem os “vacilos” cometidos pelos turistas. Por isso, aqui vão algumas emboscadas típicas e dicas para você não ser a próxima vítima na capital argentina:

google– Lugares públicos:

Cuidado ao circular pela cidade expondo câmeras fotográficas e outros objetos de valor. Quase me roubaram assim, mas fui salva por uma argentina que me avisou que estavam de olho em mim. Pessoas boas também existem. :)

 – Bagagem de mão/malas/bolsas:

Nunca deixe sua mala longe de você enquanto faz o check-in no hotel, ou a bolsa em cima dela. Roubos assim são muito comuns.

– Transporte público:

Se você se deparar com uma cena inusitada no metrô, por exemplo, suspeite. É que muitos desses ladrões agem em turma, e enquanto um finge passar mal e cria alvoroço em todo o trem, o outro aproveita esse momento de distração para furtar o que tiver nos bolsos dos passageiros. Portanto, cuidado ao carregar coisas de valor em bolsos de calças.

– Taxistas:

Não podemos generalizar, mas muitos são os relatos de gente que foi “passada para trás” por taxistas porteños. Os casos mais comuns são de gente que foi enganado ao receber o troco, recebendo a menos, ou ainda de o taxista trocar as notas sem que você perceba, fazendo você pagar de novo. Por exemplo: você paga com uma nota de 100 pesos e o taxista te devolve uma de 10 dizendo que você se enganou. Você então tira outra de 100 e acaba pagando 200 pesos pela corrida.

Uma menos comum, mas é bom saber:

– Cabine fotográfica do Shopping  Abasto:

Ao entrar na cabine fotográfica do principal shopping de Buenos Aires, não desgrude de sua bolsa. No troca-troca de posições para tirar as fotos, se sua bolsa estiver no chão, e você distraído, pode ser que não a encontre mais. Aconteceu com uma amiga. Levaram sua bolsa com 400 dólares e todos os documentos.

O mais importante é nunca andar com todos seus documentos. Deixar  ao menos um no local em que estiver hospedado é a melhor solução quando casos assim ocorrem, afinal, sem eles não se consegue fazer nada!

O Consulado do Brasil em Buenos Aires reforça:

 “Devido ao crescente número de brasileiros que reportam ao Consulado-Geral casos de furtos de valores e documentos, recomenda-se  aos turistas brasileiros que visitam Buenos Aires toda a atenção e que  ciudem de seus pertences em áreas de grande concentração de pessoas –  principais ruas de comércio, shoppings, feiras de  artesanato/antiguidades, transportes públicos, etc. – especialmente em  caso de abordagem por estranhos. Recomenda-se, igualmente,cuidado com  bolsas e bagagem de mão em restaurantes e ao fazer o check-in/check-out nos hotéis.”

Saiba mais no site do Consulado do Brasil em Buenos Aires

 

Já foi roubado em Buenos Aires e tem dicas para evitar essa situação? Conta pra gente!

 

E…Fique Esperto!

Deixe uma resposta